12 outubro 2009

Fora do sítio

está um verão fora do sítio pensa ela enquanto desfaz o móvel e o refaz com outras cores. Uma amiga que está longe sorri ao seu lado, bem dita tecnologia que está entre nós e em toda a parte. A amiga que sorri no ecrã tem frio. Esta outra, a que desfaz o móvel, começa a suar com o verão fora do sítio deste dia de outubro. Pela janela entra o pianista do outro lado do jardim, pelo ecrã entra a amiga do cazaquistão. Nunca se está sozinho quando é verão fora do sítio.

1 comentário:

sete e picos disse...

fora de sitio. por aqui uma melancolia de outono num verao que insiste nao ter sitio fixo