15 setembro 2010

Livro de Salmos

"Em ti, SENHOR, me refugio; que eu nunca seja confundido.
Salva-me pela Tua justiça.
Inclina para mim os Teus ouvidos; apressa-Te a libertar-me.
Sê para mim uma rocha de refúgio, uma fortaleza que me salve.
Tu és o meu rochedo e a minha fortaleza; por amor do Teu nome, guia-me e conduz-me.
Livra-me da cilada que me armaram, porque Tu és o meu refúgio.
Nas tuas mãos entrego o meu espírito; Senhor, Deus fiel, salva-me.
Mas eu confio em ti, Senhor; e digo: "Tu és o meu Deus.
O meu destino está nas Tuas mãos; livra-me dos meus inimigos e perseguidores.
Como é grande, Senhor, a bondade que reservas para os que Te são fiéis! Tu a concedes, à vista de todos, àqueles que em ti confiam."

3 comentários:

Manyfaces disse...

sete e pico, cara amiga, sobre a eterna questão de quem criou quem, este é o tal filme imperdível:

http://videos.sapo.pt/OLNsgzVAUcnImSyiuRLD

sete e pico disse...

obrigada manyfaces, irei ver, isso e o jpsimoes

querida oito, e que tal um labelxinho para tao belas palavras que de vez em quando nos ofreces?

8 e coisa 9 e tal disse...

querida Sete, que bela ideia. obrigada!