24 agosto 2008

Prova de ditado #2



Como se comprova, a aposta era feita na coerência. Como o Rui é amigo do pai e o pai é quem trabalha, o Rui contenta-se com a ameixa enquanto que o progenitor, para evitar uma indigestão na prole, se alambaza com o peixito. Para que o fim seja épico, o boi come a papoila.
Eu até tentei desenhar o boi. Ou seria a papoila? Nunca fui boa a desenho.

1 comentário:

sete e picos disse...

coerentes e saudavéis, que nao comiam porcarias. até o boi!