17 março 2010

Tac

Há palavras que guardo só para mim. Ou então digo-as baixinho quando não há ninguém ao meu lado. Se um dia a voz se solta e deixo de ter medo de tudo o que não te digo, acaso o nosso destino, tac!, vai mudar?

7 comentários:

-pirata-vermelho- disse...

Vai pois! E isso é que dá gozo.
Mas não só na versão intimista que apresenta, essa é a menor.

8 e coisa 9 e tal disse...

Menor, pirata? A 'versão intimista' é onde tudo começa. Todas as outras são um espelho disso mesmo.

a coluna vertebral disse...

Querida Oito, o determinismo só é válido - como uma aproximação - para uma fatia muito estreita em termos de ordens de grandezas, dimensões e/ou velocidades. O destino só o Professor Roby o sabe.
Já foste ao oráculo?

8 e coisa 9 e tal disse...

desculpa a minha ignorância, coluna, mas quem é o professor roby?

-pirata-vermelho- disse...

Sim, é verdade mas ganham dimensão inusitada depois

a coluna vertebral disse...

O Professor Roby ja foi personagem de posta aqui no bu-logue, querida Oito. Talvez em 2007, tenho de ir ver aos arquivos...

8 e coisa 9 e tal disse...

Seria o Roxroy de que falámos aqui http://oitoecoisa.blogspot.com/2009/04/roxroy.html?
Era capaz de ser uma boa ideia, não tivesse já o senhor dado a alma ao criador.