31 agosto 2007

A minha "second life"

"Trata bem deles!" Com este pedido transformado em ordem a minha filha despediu-se de mim para uns dias de estio com sabor a fim de férias. Os "eles" que eu devo, durante três dias, bem acarinhar são uns encantadores cãezinhos de raças diversas, um do sexo masculino e duas fêmeas. "Eles" necessitam de atenções várias: o pequeno almoço "X", o almoço "Y", o jantar "Z", tudo para que se mantenham hábitos alimentares sadios. Precisam de pelo menos um passeio diário e festas, muitas festas.
Cumpri a tarefa, não sem que algum sentimento de incompetência se apoderasse de mim. Afinal, isto de mexer em botões é muito mais para as novas gerações do que para mim, considerada já uma cota. Mas cumpri e, ao que parece, bem! A "Nintendo DS" onde estes bichanos convivem assim o diz, para gáudio meu.
A dona dos cães regressou a casa. Com ela, um sentimento de ausência. Dou agora por mim a perguntar:"Já trataste dos teus cães?!" , "Levaste-os a passear?!". Emudeci de horror perante a notícia: "Mãe, vendi a Chipsie; ela não obedecia nunca!"

2 comentários:

no baile da d. ester disse...

credo. aos virtuais prefiro os reais, chateiam muito menos ou então muito mais.

nove e tal disse...

malvada miúda!
pobre chipsie, chuinfff....