23 novembro 2007

Alforreca do dia

A lembrar a liquidez nem sempre translúcida da minha terra.
A lembrar os dias de luz clara e temperatura amena.
A lembrar a última vez que inspirei fundo e pensei 'estou em casa'.
A lembrar que as alforrecas não devem ser pisadas de forma alguma, perigo de alergia.
A lembrar que atrás de uma alforreca vem sempre outra.
A lembrar.

2 comentários:

sete e picos disse...

alforreca do dia éum excente titulo :) lembremo-nos pois então!
um abraço

foi dançar a bossa nova disse...

que a seguir a uma alforreca vem sempre outra é uma das grandes verdades da vida!!