01 dezembro 2007

Declaração de sanidade

Durante anos pensei ter fabricado esta memória. Desisti de perguntar às pessoas se conheciam o fado do marciano cantado pela Amália, olhavam para mim como se eu fosse tola. Algum dia a grande Amália Rodrigues dedicaria um fado, essa tão nobre forma de cantar, a um ser de outro planeta?


Pois sim. Mas em vez de fado do marciano chama-se "Senhor Extraterrestre".


A prova? Faz-se já aqui ao lado:


4 comentários:

Anónimo disse...

Sempre achei imensa piada a esta canção :p

Hugo disse...

Fado e ficção cientifica... que bela combinação!

Aardvark disse...

Sem dúvida muito melhor que o "Povo que lavas no rio".

Pii!

A pose no concerto também é bastante diferente.

lol!

aflito co'as mãos nos bolsos disse...

tu bem sabias que não estavas maluca. Confere!