17 março 2009

geme..geme...GEEEEME

Os meus vizinhos do lado separaram-se, e se calhar ainda bem, passavam a vida a discutir e ouvi-a muitas vezes a chorar ou a discutir com ele. Parece que a casa deve ser dele, pois agora ouço uma voz diferente de mulher na cozinha da casa do lado. Outro dia namoraram na cozinha à hora do almoço. Ouvi os gemidos dela, altos, exuberantes, excitados, contentes. A ele não o ouvi, mas sabia que estava lá, ouvia-lhe um outro sussurro mas não um gemido. Porque raio será que aos homens de uma maneira geral lhes custa tanto gemer alto e a bom som, com prazer, ignorando quem os possa ouvir? E como é bom gemer e ouvir gemer de prazer...

2 comentários:

André disse...

Também me parece parvo, só gememos de dores. Aí gememos tudo o que não gememos de prazer. Parecemos parvos e por vezes somos

sem-se-ver disse...

pois é, bom, gemer e, principalmente, ouvir gemer.

(temos sempre que lhes dar umas lições, são uns chatos, regra geral)