22 outubro 2007

Hoje

estou assim, fora do caixote. Não sei o que aconteceu ao plástico com bolas de ar que costuma estar à minha volta. A ver se encontro ao menos uma folha de jornal que me proteja da intempérie nocturna.

5 comentários:

curse of millhaven disse...

engraçado, estive exactamente assim tb. com as lágrimas a espreitar a cada esquina.

espero amnh já tar melhor. isto assim n se aguenta.

b disse...

É a lua, os planetas, as estrelas, ou, simplesmente pelo facto de sermos mulheres e inexplicavelmente sermos constatemente alvo de variações incontrolavés de humores variados que vêm e vão e depois, voltam. Seja como for, também hoje (ontem) me senti assim. Deixo-vos e se me permitem, uma sugestão que me foi sugerida por um amigo e que sempre me conseguio distrair e abstrair desse malfadado estado de espirito, pelo menos por uns instantes.

http://blogempalco.blogs.sapo.pt/

foi dançar a bossa nova disse...

deixa lá, isso é só do frio que agora começa! Toca a comprar mantas bem quentes e bombons de chocolate!! Fica-se logo melhor!

-pirata-vermelho- disse...

Quer dizer
que está 'assim', à solta
ou
que está 'assim', fora de si(m)?


Em qualquer dos casos, não é iinariável, pois não?

8 e coisa 9 e tal disse...

assim frágil. passa, passa sempre.