18 outubro 2007

Mais que um pai

O Ambrósio não só se propõe curar qualquer tipo de mal que nos assole, desde viadagem a unha encravada, passando por íimose (que é coisa que não encontro no dicionário nem no google, portanto deve ser mesmo muito grave), como nos encontra animais perdidos. No caso de estar tudo bem, disponibiliza-se para nos fazer companhia num qualquer jogo de cartas, bingo ou bilhar. Mais que isto só mesmo rabinho lavado com água de rosas.


Onde é que assino os papéis para a adopção?

5 comentários:

Anónimo disse...

Fimose é a dificuldade, ou mesmo a impossibilidade de expor a glande ("cabeça" do pênis) porque o prepúcio ("pele" que recobre a glande, a cabeça do pênis) tem um anel muito estreito. Não é o simples fato do prepúcio (pele) estar colada na glande (cabeça), o que é freqüente e normal nos primeiros anos de vida (aos 6 meses somente 20 % dos meninos conseguem expor totalmente a glande, mas quase 90 % já o conseguem aos 3 anos).

foi dançar a bossa nova disse...

Confirma-se: é grave!

gerou-se a confusão natural disse...

Mas não encontra qualquer animal perdido. Apenas o cão?! Fraquito!
E o número de telefone? ...

8 e coisa 9 e tal disse...

obrigado anónimo/a, não fazia a menor ideia. Desde já, a minha solidariedade para os fimiósicos, e desejo que em vez do Ambrósio recorram a um cirurgião perto de si.

confusão, acho que se se pedir com jeito o pai de alguns encontra também gatos, hamsters ou periquitos. peixinhos não.

Nuno disse...

Ahahaahah...
Eu sempre disse ao meu próprio pai que ele vivia abaixo do seu potencial, até do potencial médio... com as maravilhas de pais que por aí discorrem... Só não tinha é exacta noção do nível esmagador da concorrência... :)