30 janeiro 2007

Vital Moreira fan club - inscrições aqui

Entre urros e demagogias, a diferença entre opinar e argumentar. Salvou o programa à stôra Fátima.

Vital, I love you.

5 comentários:

manyfaces disse...

Sinto-me mais próximo do pragmatismo enfastiado do Vasco Rato (que belas orelhas eles tem)...
Voto SIM para que me deixem de zurzir os tímpanos com um tema que já devia estar ultrapassado desde o suadoso tempo das calças à boca de sino. Passemos à fase seguinte.
Nesta fase da contenda para mim vale tudo, desde que se vote SIM... Parece que até há quem vote SIM porque a irmã da Simone de Beauvoir em tempos veio a banhos para o Algarve e disse que isto lhe parecia medieval e não sei quê...... Enfim, é um argumento como os outros.... Aliás os argumentos obtusos e ininteligíveis do Marcelo só são condenáveis porque ele defende o NÃO. Por mim se ele defendesse o SIM bem que podia fazer-nos passar por atrasados mentais por não compreendermos a sua brilhante argumentação.
Olhem, se me voltarem a perguntar eu digo que voto SIM porque sim... E se o interlocutor me disser que vota NÃO eu logo lhe digo que só continuo a conversa se ele me disser que vota NÃO porque não... Esse é um bom ponto de partida para uma conversa sobre o aborto. Assim sempre evito que me falem duma enteada da Beauvoir que veio às termas a Portugal e terá dito que...

sem-se-ver disse...

1ª inscrição (a seguir à sua): a minha. pode ser?
sim sim sim sim: I love him too.

(mas já votava 'sim' antes de o ter ouvido tão brilhante, sério, ponderado, honesto intelectualmente, como foi)

Ruiva disse...

E vai mais uma...
Mais um SIM, porque sim, para a lista !

8 e coisa 9 e tal disse...

Eu tb já tenho a minha intenção de voto decidida há muito. O que ele fez foi restaurar a minha fé nas pessoas que defendem publicamente o sim.

Quando vejo um debate na televisão sobre um tema, estou à espera de ver mais que as ideias do senso comum e opiniões subjectivas - não me interessa ouvir uns a dizer não porque se matam criancinhas e outros a dizer sim porque morrem mulheres, com a maltosa toda a fazer claque pelo seu lado.

Estamos a votar para mudar uma lei, mas a maioria de pessoas de lei sabe muito pouco. Apenas podemos dizer da nossa sensibilidade, pessoal e intransmissivel, apenas discutível.

Portanto, de novo, Vital I love you. Se calhar ainda faço uma t-shirt com isso, com a frase bem em cima não da barriga mas sim do peito. Sempre é mais afirmativo.

@ disse...

Eu Não Vi nem ouVi o Vital, mas também voto SIM.