31 janeiro 2007

a fingir

a fingir que hoje sou uma mulher como as outras, quero perder o tédio das lojas e gastar horas a experimentar saias, vestidos, calças, sapatos, camisolas, quero ter umas unhas compridas, quero ter mais dez centímetros de altura e menos uns quantos aqui e ali, quero uma salada e um sumo, litros e litros de água, quero ganhar coragem para me montar nos saltos altos e atravessar a cidade no passo decidido que ensaiei ao espelho.

14 comentários:

outro blog disse...

lollll
olha a nossa sorte por essa tendencia ser ocasional.
amanhã já voltamos ao normalinho.
uffff.....
um abraço

@ disse...

Aproveitas e passas por aqui a comprar uma roupinha...

Ruiva disse...

Eu também queria...

sete e picos disse...

ainda bem que é só hoje que te dá para aí, e ainda bem que não hámuitas mulheres como as outras que falas..

no baile da d. ester disse...

hum... eu sou uma mulher como as outras, e também como aquelas e estas.

Ou será que por gostar de vestidos, saltos altos e carteiras novas me diminui o QI ou o empenho social?

(pronto, n tenho unhas compridas nem verniz, e como menos saladas do que devia, será que me safo?)

manyfaces disse...

saltos altos, vestido, carteira nova, QI elevado, empenho social...


Bem isso é demasiado. Um Homem que se depare com isso tudo junto no mesmo pacote pode ficar bloqueado. Não se sabe bem por onde abordar a coisa...
Há dias em que chegam os saltos altos.

Anónimo disse...

as calorias são pequenos animais que vivem nos roupeiros e durante a noite apertam a roupa das pessoas

no baile da d. ester disse...

afinal o estereotipo de que os homens têm medo de mulheres femininas e com cabeça é mesmo verdade...

às vezes bastam os saltos altos? Pois claro. Eu tb não ando a dissertar sobre a teoria da relatividade especifica logo ao acordar, nem passo o dia a tentar salvar o mundo da pobreza extrema. Há dias em que me basta comprar uma carteira nova para que a alma se me encha.

Outros há em que só me apetece pensar na vida e outros assuntos pendentes.

espiral disse...

o que é uma mulher não feminina ?

ou será lícito, a propósito de 1 (uma) observação dizer que afinal os esterótipos de que os homens (maior ou igual a 1), etc... ?

ou ainda, poder-se-á dizer que afinal o esterótipo de que as mulheres acreditam que existe um esterótipo de que os homens ... é verdade ?

no baile da d. ester disse...

que grande espiral que para aí vai...

Por mulher feminina entendia aquelas que exibem sinais exteriores de feminilidade convencionais na nossa sociedade; o cuidado com a aparência e uma certa maneira de andar e de se mexer.

a cena dos estereotipos é uma seca, mas lá que há tendências gerais lá isso há - mas depois há também as excepções. Para mais informações ler "uma questão de género?" mais acima.

-pirata-vermelho- disse...

E baixar o quê-i, não?!

sete e picos disse...

olha olha quem é ele!! tic tac, tic tac

dizia ela baixinho disse...

pirata,

soyez le bien-venu!

(uma saúde com a fée-verte vínica lá do norte (verde?) ou a outra do ribatejo).

no baile da d. ester disse...

Baixar o QI? com uma lobotomiazita? ó filha, não dói nada, e é para o teu bem.