24 setembro 2007

poema idiota

Roses are red
Violets are blue
I'm squizofrenic
and so am I

4 comentários:

no baile da d. ester disse...

hahahaha

na prise és bestial disse...

poetry is in da house

poet-bomber disse...

e nunca é demais...

Respiro o teu corpo:
sabe a lua-de-água
ao amanhecer,
sabe a cal molhada,
sabe a luz mordida,
sabe a brisa nua,
ao sangue dos rios,
sabe a rosa louca,
ao cair da noite
sabe a pedra amarga,
sabe à minha boca.

Eugénio de Andrade

António Pires disse...

Já tinha saudades de um post em que as múltiplas personalidades se revelassem outra vez em todo(s) o(s) seu(s) espendor(es). :)