09 setembro 2007

Incomodam-nos

Uma iniciativa do après midi d'un faune, a que se associaram os blogues câmara clara, respirar o mesmo ar, saisdeprata-e-pixels, sem-se-ver e nosotras.


O desafio era encontrar uma imagem que nos incomodasse, que nos trouxesse sentimentos desagradáveis fosse por que motivo fosse. As múltiplas pensaram, pensaram, reflectiram, discutiram, e chegaram a um consenso.




RATAZANAS!!! Incomodam-nos imenso, não apenas cruzarmo-nos com elas mas pensar na sua mera existência. É obvio que os seus congéneres alados, por inúmeras razões, estão no topo da nossa lista de imagens a abater.




Também nos incomodam muitas outras coisas, por exemplo, a maldade, a estupidez. Estes dois 'incómodos' são mais difíceis de fixar em imagens.

6 comentários:

Filipe M. Reis disse...

Com quase década e meia de habitante gentrificado em Alfama no curriculum, posso afiançar-vos que ainda hoje me incomoda a recordação de velhinhas desdentadas lançando, das respectivas janelas, toneladas de migalhas de pão e bagos de milho - uma espécie de ração cuidadosamente preparada para o efeito - aos pombos.

zamotanaiv disse...

Eu tenho quase um quarto de século de pressão de ar...

E em S. Vicente tratei do canastro de uns quantos! Até ao dia que me cruzo com uma vizinha:
-Como está dona Alzira? O que vai fazer com esse pombo que leva na mão?
- Ah, eu não o quero, mas talvez a dona Teresa o queira!

Esta senhora não tinha àgua em casa...

julijabor disse...

devo confessar que minha impressão da praça de são marcos ficou muito prejudicada pelas pessoas que se cobrem de milho e ficam sendo, literalmente, comidas pelos pombos. provocou-me um misto de terror à la hitchcock e de preocupação médica acerca da leptospirose (a propósito, doença causada também por ratos). que mal gosto!

8 e coisa 9 e tal disse...

zamot, experiência de um quarto de século com a pressão de ar? Adjudicado! Está V. Exa contratado para vir expulsar uns quantos cá do prédio. Basta dar a disponibilidade e dizer se as munições vão por conta do condomínio. Muito agradecida.

Quanto às ratazanas, ainda no outro dia andando pela avenida fora com uma amiga vejo passar uma a caminho da entrada do esgoto. Disse em voz baixa e tranquilizante "que nojo", a minha amiga quando a viu ia tendo uma apoplexia, desatou aos gritos, saltou para trás, agarrou-se a mim e não queria passar por ali. Senti-me o suprasumo da coragem e audácia.

-pirata-vermelho- disse...

As ratazanas são animais muito mais bem 'desenhados' que o lobo do post bonzinho, lá de cima. E são omnívoras e necrófagas; raramente matam para comer.
São caçadas por pura repulsa como a que agora aqui ilustra.
O papel regulador das ratazanas é conhecido e decisivo, por vezes, em certas áreas/regiões.
Traz consigo algumas ameaças, como toda a espécie
etc!
Mas como sei que neste espaço-blog cada um fala para o seu lado, ao monte e com muita muita fé em deus é claro que nem sonho que esta minha cómica intervenção possa sequer produzir um pestanejar distraído, quanto mais uma reflexão sobre 'os movimentos de protecção da natureza' do costume.

zamotanaiv disse...

Pronto, está bem.