04 setembro 2007

Despertares

Acordo e deixo-me ficar esparramada na cama, com o lençol para trás e com a pouca roupa com que durmo. Ainda estou a decidir se me apetece estar hoje no mundo quando me batem à porta, quase levemente, sem usar a campaínha. Ignoro, insistem. Lembro-me que sou administradora do condominio, pode ser alguma coisa importante, vou ver quem é. Espreito e vejo duas raparigas orientais, que não são minhas vizinhas. Arrisco perguntar quem é. "Abra a porta". Perante tal quase ordem hesito, quererão vender-me máquinas de costura a 5€ ou três camisolas por 10€? Quem é? Queremos falar consigo. Irritam-me pessoas que me batem à porta e querem falar comigo, digo-lhes que não estou vestida mas isso parece acender-lhes uma qualquer gana lá dentro "Somos coreanas. Acredita em Deus?"

Coreanas missionárias, não me faltava mais nada. Repito, não estou arranjada e não o vou fazer para falar de Deus convosco, bom dia. Não sei o que lhes terá provocado a ira, se a falta de roupa ou o ateísmo, mas desataram-me às batidelas à porta como umas loucas. Se fosse há uns meses atrás ter-me-iam causado uma apoplexia.

14 comentários:

nerd disse...

confesso que a partir do baby doll, perdi-me na leitura.

podia postar outra vez?

8 e coisa 9 e tal disse...

já o tirei, salvo seja

nerd disse...

ná... agora foi com a pouca roupa, não há maneira de ler isto até ao fim.

8 e coisa 9 e tal disse...

o que um homem perde por culpa da imagética.

dizia ela baixinho disse...

teoria da conspiração:

cá para mim foi o jorge que, depois de ter lido a 'sua' posta, resolveu mandar as missionárias coreanas para te fritar os miolos, logo de manhã e sem a cafeína te ter chegado ainda à central.

tenho dito.

zamotanaiv disse...

Cheguei tarde e não vi nada!

A mim não me fazem dessas!

Brutal!

Bigodaças disse...

ai filha, inda mestou a rire desta istória tão manhosa, i isto a pesar do jételégue do flaite pra miami
e ke descanse uma múltipla, ó lá o qué ké isso, num CUmentário noutra caixa dois pontos

a nancy lá ficou na bidoeira a dar umamão à minha legítima no maneigemen do bidoeira's club, baide uai stão todass convidadas a aparesser, temus uma varão ké um ssepétáculo, melhor que o dos çupranos

Ora bem, i por falar em sspétáculo, dois pontos
ó filha, quando as duas cureanas te voltarem a bater à porta dáslhes o meu satelaite fóne number. Duas coreanas tão obestinadas vão fazer as delíssias do vigário da freguezia, ganda amigalhaço meu e cliente habitual do bid's clube, que por dever canónico, diz ele, ou por ser um tosco, digo eu, só faz na pozição do missionário, parágrafo e muda a voz

ó maurissío, até vaisss ficar cus olhos em bico catano

ai filha, oje excedi-me, deve de ser do jéte légue, desculpa qualquer coisinha i vai p´ra dentro, vai p'ra dentro ó inda te constipas

teu

Bigodaças

Anónimo disse...

imagéticas+bigodaças=

http://cosmos.bcst.yahoo.com/up/player/popup/?rn=49750&cl=3931166&ch=68276&src=news

manyfaces disse...

Havia um falecido Tio meu que tinha umas boas dezenas de histórias sobre evangelizadores madrugadores. Só me lembro de uma:

Eram 7 da manhã quando tocou a campainha. O Antunes acordou estremunhado, caminha para a porta e nem pergunta queme é... Do outro lado dois senhores de camisa branca interpelam-no de imediato:
- O Senhor sabia que o Mundo vai acabar hoje?
- Meus caros, uma coisa vos posso dizer. Enquanto existirem filhos da puta neste Mundo que acardam um tipo às sete da matina o Mundo se não vai acabar estará pelo menos em grande perigo.

mano disse...

Esta história, não só aconteceu mesmo como é verídica

elders à porta - "Podemos falar com o chefe de família?"
a mana do outro lado - "Aqui não há chefes, isto é uma cooperativa"

na prise és bestial disse...

ó mano, isso é uma tira da mafaldinha.

8 e coisa 9 e tal disse...

bigodaças, está anotada a sugestão, para a próxima mando-as falar contigo. tudo para o bem do vigário, já leva um par de crentes para dar o exemplo.

Esta casa deve ter feitiço, porque me acordam de manhã todo o tipo de gente, não só evangelizadores, toxicodependentes em recuperação, senhoras a venderem colchas com bordados da madeira, gente com dúvidas várias (e vai-se lá saber porquê sobem uma data de andares a pé em vez de se esclarecerem com a vizinha do rés do chão). É feitiço, já dizia o Sardet.

mano disse...

prise - para ti é uma tira da mafaldinha, apenas.

para mim, além de ser uma tira da mafaldinha é também uma tirada da mana.

Bigodaças disse...

ai filha, desliga a ring-ring, arranca a aldabra ó dórme de édefones naszurelhas. Caso não manda-me todas as "senhoras a vender colchas com bordados da madeira" ku vigário vai adorar.
teu
Bigodaças