22 dezembro 2006

Home alone


O meu amor foi passar o natal com a família. Fiquei sozinha em casa, portanto. O primeiro dia passei-o a comer restos de pizza e a beber cervejas de lata. Hoje a entropia aumentou (tinha que vir à baila a 2ª lei da termodinâmica nalgum momento neste blogue, mas os físicos de serviço que a expliquem, que farão com certeza um melhor serviço que eu). Ainda para mais, como tenho estado a trabalhar em casa, não tive motivo nem vontade absolutamente nenhuma de sair à rua. Dou por mim a rever a minha ementa desde que acordei. Aqui vai, por ordem:

- 2 cafés expresso
- um pacote de sumo de pera
- meio queijo que para aí havia
- 7 bolachas de chocolate
- outras quantas bolachas de canela
- 2 barras cereais
- chá de cidreira
- 1 frasco de espargos
- 1 pera
- chá de cidreira
- 1 comprimido centrum (pelo sim pelo não)

Isto está bonito, está... Não voltes depressa não, que quando regressares a casa no mínimo tenho escorbuto ou bócio.

4 comentários:

no baile da d. ester disse...

se dependes de um homem para fugir ao escorbuto estás feita ao bife... sugiro que te cases antes com uma laranjeira, sempre são perfumadas, garantem uma boa dose de vitamina C, não vão passar o natal a lado nenhum e consta que não usam o controlo remoto da televisão. Só vantagens.

8 e coisa 9 e tal disse...

olha, múltipla, olha... não percebeste a graça?!

a questão não está no 'homem', mas na chatice que é cozinhar e tomar as refeições sózinha. claro que há períodos mais organizados da vida em q isso não acontece. mas que queres, o natal dá-me cabo dos miolos (e o trabalho acumulado tb e as compras q ainda não fiz). asgh...

pronto, amanhã redimo-me e faço uma sopa. e depois, vingar-me-ei nos dois incontornáveis dias de celebração natalícia.

(casar com uma laranjeira? andas a ler b. vian?) :)))

sete e picos disse...

isso está bonito, está!!! Os primeiros dias de solidão são sempre assim, aposto que também deves de ter uma pilha de louça acumulada à espera de energia para ser limpa. A sugestão da D ester parece-me boa, nunca tinha pensado nisso mas agrada-me a ideia. Se me divorciar vou logo a correr ao horto do campo grande...

8 e coisa 9 e tal disse...

louça nem por isso... tenho é uma pilha de trabalho do camandro, isso sim, chuinfff....

e agora, 'cença faxavori, q vou ali às hortaliças p fazer a tal sopinha q hoje é dia de combate à entropia. I say!

One Love, Guidance!