16 maio 2008

Dificuldade educacional

Mandar à merda um mal educado de forma bem educada.

4 comentários:

nove e tal disse...

querida oito,

já sabes que para situações delicadas como esta, podes sempre recorrer à nossa consultora paula-bobone-que-não-ela-mesma.

sugestão minha: queira fazer a gentileza de ir à merda. obrigada.

8 e coisa 9 e tal disse...

ó nove, a senhora dona consultora não me respondeu, por isso, parece-me que me fico pela tua sugestão: "vá à merda. muito obrigada."

paula-bobone-não-ela-mesma disse...

oh queridas, desculpem lá mas isto tem andado uma loucura.

Pode sempre usar o clássico "o menino está parvo", ou "quer levar um estalo à frente desta gente toda?"

Outra maneira é fazer cara de tola, um sorriso encantador, e dizer que a pessoa tem uma característica que claramente não tem, mas que adorava ter. Fica intrigada durante duas semanas, findo esse tempo pergunta-se "será que me estava a mandar à merda?" A dúvida é suficiente para manter a pessoa em local pouco aprazível durante bastante tempo.

Também sou grande apologista de mandar dar sangue, dar banho ao cão, ir ver se está a chover ou ir passear macacos. Pelo-me por eufemismos.

8 e coisa 9 e tal disse...

Vou pelo sorriso encantador e intrigante! ehehe