29 maio 2008

A brincar, ainda

E agora eu era terrorista e passava os meus dias e noites mergulhada nas páginas que me ensinavam a fabricar a bomba com que iria conseguir o que até agora me foi impossível, despedaçar-te em dezenas de pequenos bocados, o olho esquerdo, a mão direita, o sorriso fácil, pedaços perdidos no chão que eu hei-de apanhar com uma paciência de coleccionista, os tornozelos magros, o olhar míope, o silêncio afiado, pedaços perdidos que eu vou estudar com dedicação religiosa, a barriga ainda lisa, as palavras que nunca me disseste, pedaços perdidos com os quais vou ensaiando outros tus, o canto da boca, a barriga da perna, a sombra oblíqua, até conseguir encontrar a combinação perfeita que nunca encontrei em ti.

12 comentários:

sete e picos disse...

gosto tanto quando tu brincas assim com as palavras!

-pirata-vermelho- disse...

Eu também! Gosto de a ver construir o texto literário.

Anónimo disse...

Eu gosto de a ver desnudar a epiderme da alma

nove e tal disse...

poderoso!

continua a brincar, querida oito.

zamotanaiv disse...

Eu gosto de a ver dar porrada no gajo.

foi dançar a bossa nova disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
JPN disse...

eu gosto sei lá do quê! gosto da falha. do que não está lá. gosto deste ir a jogo. dessa nossa projecção da perfeição alheia. ou desta nossa teimosa insistência nela. gosto da forma como as nossas porradas fazem sempre ricochete. e como estamos aqui a escrevê-las. e gosto também deste a brincar, deste "se eu fosse". por momentos sou tentado a abrir uma excepção e encarar o terrorismo com indulgente e seduzido olhar. há nesta tua fantasia terrorista aquilo que eu gosto: o arrasar e o remontar.

JPN disse...

outra coisa, um pedido: é contra a filosofia do blogue pôr marcadores? se não, faz um marcador para esta série, please.

-pirata-vermelho- disse...

Posso reforçar o pedido do jpn?

Então faça, se achar bem.

8 e coisa 9 e tal disse...

Está feito. A pedido de várias famílias criei o marcador (ou label ou lá como se chama) A brincar. Gosto que gostem destas brincadeiras em que posso ser o que quiser.
E agora desculpem, que vou ali brincar um bocado e já venho.

8 e coisa 9 e tal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
sem-se-ver disse...

amen.

(pena ser 'a brincar')