04 janeiro 2010

E por falar em amor......

Como é que me entras assim na vida e sem escrúpulos me desarrumas a sala, a dispensa e o quarto?
Como é que me dizes as coisas que disseste e brincas às expectativas como se fosse um concurso da tv?
Como é que mantiveste uma corda imaginária onde eu fazia equilibrismo?
Como é que tens a lata de seres como és?
És egoista, és cruel, és irresponsável, tens soberba e sobretudo és FRACO.
Quase que adivinho que me vais dizer que nunca me enganaste e que eu estou a dramatizar.
Quase que adivinho eu a dizer-te que as palavras não são vãs e que é preciso ter cuidado com elas.
Sorry.......mas hoje não me apetece nada, mas mesmo nada, ser civilizada.
E sabes porquê?
Porque hoje sinto que me magoaste.

3 comentários:

a coluna vertebral disse...

Multiplas, quem se junta para uma tareia colectiva? Hoje apetece-me bater em alguém.

na prise és bestial disse...

Pronta para as curvas.

Mia disse...

Acho que me revi um pouco na tua raiva e mágoa.