12 janeiro 2008

Opiário + Wordsong

imagem aqui

A vida a bordo é uma coisa triste,

Embora a gente se divirta às vezes.
Falo com alemães, suecos e ingleses
E a minha mágoa de viver persiste.

Eu acho que não vale a pena ter
Ido ao Oriente e visto a índia e a China.
A terra é semelhante e pequenina
E há só uma maneira de viver.

Por isso eu tomo ópio. É um remédio
Sou um convalescente do Momento.
Moro no rés-do-chão do pensamento
E ver passar a Vida faz-me tédio.

(versão integral Opiário de Álvaro de Campos aqui)

Os Wordsong - extraordinária formação - souberam-no dizer/cantar de forma sublime. Ouçam.

1 comentário:

curse of millhaven disse...

já tinha ouvido. são um dos projectos mais interessantes no nosso país.