04 janeiro 2008

Resiliência

Estava a ler este artigo do DN, quando o "resilientes" me despertou qualquer coisa. Achava que sabia o que era. Sobre a "resiliência" o dicionário só me dizia que era "um substantivo feminino, a capacidade de resistência de um material ao choque, que é medida pela energia necessária para produzir a fractura de um provete do material com dimensões determinadas; a energia potencial acumulada por unidade de volume de uma substância elástica, quando deformada elasticamente".
Fiz um um search e descobri aqui que "a resiliência é um termo oriundo da física. Trata-se da capacidade dos materiais de resistirem aos choques. Esse termo passou por um deslizamento em direção às ciências humanas e hoje representa a capacidade de um ser humano de sobreviver a um trauma, a resistência do individuo face às adversidades, não somente guiada por uma resistência física, mas pela visão positiva de reconstruir sua vida, a despeito de um entorno negativo, do estresse, das contrições sociais, que influenciam negativamente para seu retorno à vida. Assim, um dos fatores de resiliência é a capacidade do individuo de garantir sua integridade, mesmo nos momentos mais crítico".
Este ano quero ser mais resiliente, quero ter a mais dificil das coragens, mesmo que isso não venha no dicionário.

3 comentários:

-pirata-vermelho- disse...

Esse deslizamento que tão claramente propõe seria resultado da colonização por aculturamento de que somos alvo?
Em que medida?

A normal evolução de uma língua, no que se refere à adopção de estrangeirismos, que limites deveria ter ou, dito de outro modo, que resistência crítica deveria encontrar por parte dos falantes de modo a garantir a continuidade e indepedência de modos de pensamento indígenas?

É uma cena bué, minha irmã; fogo!

curse of millhaven disse...

como a devida autorização vou escrever a definição de resiliência numa folha para trazer sempre comigo. para não me esquecer de que é isso mesmo que preciso neste momento.

8 e coisa 9 e tal disse...

Autorização dada, claro!
E, Pirata, fogo será. Espero.