17 janeiro 2008

Haverá alguém que saiba responder a esta tremenda inquietação burocrática?

O que representa o dígito que aparece a seguir ao número de bilhete de identidade?
(A doutrina que eu conheço divide-se: a mais conservadora, afirma ser um dispositivo burocrático sem interesse; a teoria mais arrojada postula que esse dígito identifica o número de pessoas que têm o nome igual ao meu. Não sei qual das teorias devo seguir.)

8 comentários:

Anónimo disse...

Subscrevo a moção, também gostava de saber!

Siona disse...

É um controle que serve para certificar que os dígitos do número do BI foram correctamente escritos. A combinação dos dígitos do número dá, através de um determinado cálculo, um outro número, que tem de corresponder ao controle. Podem haver múltiplos erros que se compensem e dêem um resultado positivo falso, mas, por exemplo, se só um dos dígitos tiver sido escrito incorrectamente, o sistema consegue detectar o erro.

no baile da d. ester disse...

siona, uma explicação lógica e racional, como eu gosto.

A minha questão é, então, porque raio a incluem no próprio do documento em vez de o usarem apenas como instrumento de verificação e controle interno?

Hugo disse...

Esse controlo pode ser feito, por exemplo, por um Banco como forma de despistar documentos falsos. Não seria nada prático se o número de controlo não estivesse lá...

the nicker disse...

como por exemplo no NIB (os últimos 2 digitos são de controle) e estão visiveis...

Citadina disse...

Jorge Buescu, um professor do Instituto Superior Técnico, explica tudo no seu livro "O Mistério do Bilhete de Identidade e Outras Histórias" (Gradiva 2001).
http://www.gradiva.pt/Livro.asp?L=2113
É de facto um algarismo de controle calculado através de um algoritmo para prevenir falsificações do documento.
Acontece que o sitema e o algoritmo foram mal implementados, num típico estilo de espertismo saloio português (agora - ESPERO!!!! - já devem ter sido corrigidos) e portanto, durante algum tempo, não eram garante de coisa nenhuma. O Buesco também explica como e porquê. É muito interessante, aconselho vivamente a leitura.

8 e coisa 9 e tal disse...

obrigada siona, hugo e citadina. não apenas me resolveram a tremenda inquietação burocrática como me deram uma sugestão de leitura que quero aproveitar.
Posso suspirar de alívio: não há uma data de pessoas a passearem-se alegremente por aí com o meu nome.

sem-se-ver disse...

o livro do buescu é genial. e muito divertido.