30 julho 2007

F/M

E os homens quando querem pôr postiços vão aonde? Cabeleireira/o ou barbeiro/a????

13 comentários:

o chofer a dançar com a criada disse...

ao Barbalareiro...?

sete e picos disse...

hahahahaha

est+a muito calor para me registar disse...

Estou a ver que a tradição ainda é o que era.

um homem é um homem e uma senhora é uma senhora - este para mim é o ponto essencial destes BTE's

foi dançar a bossa nova disse...

BTE quer dizer Boletim do Trabalho e Emprego.

E concordo que uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

Para mim, a senhora vai ao cabeleireiro (a não ser que seja para levar o filho) e o homem vai ao barbeiro e lá arranja as unha, faz depilação (sim, no outro dia entrei no gabinete da esteticista depois de um matulão de 1,90m com um ar todo hetero) e faz o que quiser, menos lavar a cabeça ao meu lado, encostando o braço peludo, ou ver as senhoras de papel prata pendurado nos seus lindos cabelos (nunca sei o que me parecem com aquela instalação capilar).

Em face destas definições rigorosas, só não percebo algumas questões práticas,como por exemplo, se o Fernando Gomes, para pôs o seu capachinho, ou se o Abel XAvier, para desfrizar e pintar, vão ao barbeiro ou ao cabeleireiro ....

O chofer a dançar com a criada tem toda a razão: barbaleiro com eles!!!

perante o riso geral disse...

O que é que é um ar todo hetero?

manyafces disse...

Eu não sei onde se faz isso das cabeleiras postiças. É coisa que não se pergunta no meu barbeiro. Já penteados artísticos para encobrir a careca... nessa área temos lá grandes especialistas. Aquilo é uma arte: deixa-se crescer BASTANTE o cabelo dos lados, depois pega-se nele e tapa-se o cimo da cabeça, ou para os mais criativos, a cabeça toda... Sim, dá um bocado à volta ao estômago: o aspecto da trufa cabelar antes da operação é um espectáculo um bocado deprimente (chega aos ombros).
A última vez que assisti preparava-me para a tosquiada:
- "O Doutor tem aqui um bocado de cabelo de lado que se podia aproveitar..."
- "Zé Manel, corta-me isso tudo muuuiiito beemmm rentinho, está certo?"

na prise és bestial disse...

eu tinha um amigo que usava um desses penteados. Eu não gostava de estar perto dele num dia de vento: ´não sabia se havia de olhar para a melena a voar ou pânico dele para a apanhar.

no baile da d. ester disse...

também gosto muito dos implantes capilares. Uma vez tive de falar com um homem que tinha uma relva plantada na parte da frente do couro cabeludo e não conseguia tirar os olhos daqueles tufinhos geometricamente colocados em três filas, de 2 em 2 cm.

foi dançar a bossa nova disse...

a mim tb me aconteceu uma parecida com os implante: tratava-se de um ilustre Professor Doutor, a discorrer sobre um assunto sério que exigia toda a minha atenção. Ora, o dito sr. tinha quase menos um metro de altura que eu, sendo que não percebi logo à primeira do que se tratava e não consegui evitar fixar os ditos implantes...claro está que a atenção passou a estar toda concentrada em não desatar a rir às gargalhadas! claro que depois tive que estar não sei quantos dias a marrar para tentar perceber a solução que me tinha sido, simpaticamente, explicada em 5 min de conversa...

E o ar hetereo (leia-se hetro e não etéreo) é um ar não gay ou um ar de não ciclista/culturista, logo não facilmente imaginável como "depilável"

perante o riso geral disse...

E o que é que é um ar gay?

o chofer a dançar com a criada disse...

"sei que pareço que sou, mas há uns, que não parecendo que o são, são aquilo que eu pareço."

perante o riso geral disse...

Obrigada, chofer.

foi dançar a bossa nova disse...

lindo!!!!!